Kung Fu Shaolin do Norte


Kung Fu Shaolin do Norte


Não Há registros de quem foi o fundador do Kung Fu devido a ser uma arte marcial muito antiga, mas ela foi desenvolvida no mosteiro Shao Lin (Shao= Jovem; Lin= Floresta) o qual foi queimado cinco vezes na época das Dinastias da China. Em 425 d.C. veio ao Templo Shao Lin Ssu o Monge Indiano Bodhidarma em chinês Tah Mo que incorporou movimentos de respiração no Kung Fu canalizando a energia, assim gerando um grande avanço nos treinamentos de Kung Fu, pois a partir daí estavam treinando não apenas o condicionamento físico, como também a mente e o corpo. Estes movimentos foram baseados numa Arte Marcial Indiana existente há 5.000 anos.

A lenda conta que Ta Mo, encontrou uma caverna nas profundezas, onde se instalou e entrou em profunda meditação de frente para uma pedra por mais ou menos nove anos. Muitas lendas narram as práticas meditativas de Tah Mo; diz-se que ele podia ouvir o caminhar das formigas subindo as pedras da caverna, o seu Chi (energia interna) era tão forte que sua imagem ficou marcada na pedra em que meditou. Bodhidharma (Tah Mo) se tornou o primeiro sucessor (patriarca) do ramo Ch’an na China.

O estilo Shao Lin do Norte é o mais completo de todas as artes marciais existentes, devido a sua grande diversidade de treinamentos como: Chi Kung (energia interna), Calejamento, Técnicas de chão, Acrobacias, Alongamentos, Flexibilidades, Lutas,  Manejamento de armas, entre outros.

O Kung Fu Shao Lin do Norte é uma arte marcial milenar existente há mais de 6.000 anos, formada por 10 Katis ou Formas divididas em curtas e longas inspiradas nos animais como: Tigre, Dragão, Serpente, Macaco, Leopardo, entre outros e, também, da natureza como o movimentos das nuvens, etc.

A "saudação tradicional" do Kung Fu é denominada Kin Lai, devendo ser executada com ambas as mãos, sendo: a direita fechada (representando o Sol) e a esquerda aberta (representando a Lua) por cima da outra mão. O "sol" e a "Lua" formam um novo caractere denominado Ming (明) Significando Clareza ou esclarecimento. Principalmente nas escolas do sul da China, isso denominava que os artistas marciais eram contra a opressão maoista da época.

Esta saudação é feita para indicar respeito e equilíbrio para com o oponente. Usar a inteligência (mão esquerda em palma) é mais eficiente do que usar o punho (mão direita fechada).